"Operação Aleteia" desarticula quadrilha acusada de fraudar concurso da Polícia Militar

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da 7 Delegacia Regional de Santa Inês (Capturas, 2DP, Pio XII e Santa Luzia) e 8 Delegacia Regional de Zé Doca em apoio a Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da DEIC/NORTE, Delegacia Regional de Araguaína e da ACADEPOL/TO deflagrou na manhã de hoje (21 junho), "Operação Aleteia" visando dar cumprimento a diversos mandados de prisão e busca, expedidos no bojo das investigações decorrentes da fraude engendrada por alguns candidatos quando da realização do Concurso da Polícia Militar do Estado do Tocantins.

Varias pessoas foram presas, incluindo o líder da quadrilha, conhecido pela alcunha de "Antônio Concurseiro".
Em Santa Inês e Pindaré Mirim:
1. Wylmerson Rubem dos Santos Silva
2. Mailson de Paiva Vieira
3. Renner Ferreira Moraes Mendes
4.  Luís Fernando Melo Nascimento
5. Flaviania Silva Furtado
6. Jhonata Araújo Cantuario

Em Teresina:
7. Antônio Ferreira Lima Sobrinho
8. Aline Oliveira Santana
9. Gabriela Oliveira de Santana

Em São Luís:
8. Dionatan Soares Belfort


Em Zé Doca:
9. Fernandes da Silva Souza
10. Abimael Silva Almeida
11. Hagaer da Silva Lima


Fonte:PM/MA

Nenhum comentário

DESTAQUES

Pai mata a própria filha de dois anos com uma facada no pescoço, em Bequimão

Uma criança de nome Larissa Gabriela Pires Aguiar, de apenas 02 anos de idade, foi assassinada pelo próprio pai identificado como Raimu...