Professoras Valberlene Vale e Eva Macêdo realizam formação do Programa "Escravo, Nem Pensar", em Arame-MA.

Aconteceu no último dia (08), no Centro de Ensino Felipe Barros Lima na cidade de Arame, a formação do programa, "Escravo, Nem Pensar" e contou com a presença de 25 professores da escola supracitada e também do Centro de Ensino Bem-Ony Gomes.
O programa educacional Escravo, nem pensar!, da ONG Repórter Brasil, e o governo do estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação, que tem como meta implementar atividades interdisciplinares e projetos pedagógicos sobre o tema do trabalho escravo e assuntos correlatos em 292 escolas estaduais de 79 municípios maranhenses. 
A ação conta com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Ministério Público do Trabalho (MPT).

O evento pedagógico teve como formadoras as professoras Francisca Valberlene Vale e Eva de Macêdo. As escolas que serão contempladas com o programa são, C.E. Felipe de Barros e C.E. Bem-Ony Gomes. 



Nenhum comentário

DESTAQUES

Acúmulo de cargos leva justiça a condenar professora a perda do emprego com base na Constituição Federal

O acúmulo de três cargos de professor no serviço público é inconstitucional e representa ato de improbidade administrativa. O entendimen...