Professoras Valberlene Vale e Eva Macêdo realizam formação do Programa "Escravo, Nem Pensar", em Arame-MA.

Aconteceu no último dia (08), no Centro de Ensino Felipe Barros Lima na cidade de Arame, a formação do programa, "Escravo, Nem Pensar" e contou com a presença de 25 professores da escola supracitada e também do Centro de Ensino Bem-Ony Gomes.
O programa educacional Escravo, nem pensar!, da ONG Repórter Brasil, e o governo do estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação, que tem como meta implementar atividades interdisciplinares e projetos pedagógicos sobre o tema do trabalho escravo e assuntos correlatos em 292 escolas estaduais de 79 municípios maranhenses. 
A ação conta com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Ministério Público do Trabalho (MPT).

O evento pedagógico teve como formadoras as professoras Francisca Valberlene Vale e Eva de Macêdo. As escolas que serão contempladas com o programa são, C.E. Felipe de Barros e C.E. Bem-Ony Gomes. 



Nenhum comentário

DESTAQUES

Pai mata a própria filha de dois anos com uma facada no pescoço, em Bequimão

Uma criança de nome Larissa Gabriela Pires Aguiar, de apenas 02 anos de idade, foi assassinada pelo próprio pai identificado como Raimu...