Santa Luzia: MA-119, um caso sério

A MA-119 que liga os municípios de Altamira do Maranhão e Alto Alegre do Pindaré no Oeste Maranhense precisa de uma reforma urgente na sua camada asfáltica.
A citada via teve a construção de parte da mesma no ano de 1998, o que corresponde a 54km, isto aconteceu no governo Roseana, mas um restante 35km, ficou sem se quer ser iniciado, no trecho que faz a ligação dos municípios de Santa Luzia e Altamira. 

No governo do DR. Jakson Kepler Lago (PDT), teve inicio a obra no citado trecho com alargamento da estrada vicinal, mas a passos muito lentos deixando a obra sem conclusão por ocasião da sua cassação quando o Tribunal Superior Eleitoral decidiu retirar o mandato do "Velhinho" sob a denúncia de abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral de 2006. 
Ao assumir o governo em 2009 como segunda colocada nas eleições de 2006, a então governadora Roseana Sarney não deu prosseguimento a obra, deixando assim a população das duas cidades sem acesso entre elas. 

Em 2014 elegeu-se ao cargo máximo do estado o Juiz Federal Dr. Flávio Dino com a missão de dar novos rumos ao Maranhão o que de fato tem sido demostrado no seu governo através de algumas ações que vem dando certo como, bolsa escola estadual, Programa mais Asfalto, Programa Escola Digna etc. Mas o problema da acessibilidade na região no que diz respeito as vias estaduais continuam. 

No que diz respeito ao percurso até Altamira, já noticiamos neste Blog sobre o processo de licitação de empresa para a construção, mas não se tem informação sobre quando ocorrerá. A equipe deste já tentou fazer contatos diversas vezes com o Secretário de Obras e Infrestrutura do Estado, mas sem sucesso, portanto a população encontra-se sem os esclarecimentos devidos.

Como se pode comprar através de fotos a MA-119 no sentido Santa Luzia Alto Alegre do Pindaré esta com sua camada asfáltica totalmente destruída. Partes onde não existe mais asfalto.

No início de 2018, uma empresa acampou-se na imediações do povoado Roça Grande com o objetivo de recuperar a via após muitas denúncias durante o ano de 2017, quando uma ponte ficou por mais de 3 meses caída, onde os veículos que trafegavam eram obrigados a passar por atalhos, levando pessoas a correr o risco de morte e também de perder suas cargas ou bagagens. Pelo que pudemos constatar o trabalho esta paralisado sem a sua conclusão.




Nenhum comentário

DESTAQUES

Ex-marido se apresenta e confessa ter matado ex-companheira maranhense encontrada enrolada em lençol em SP

  O ex-marido da jovem Thaynara de Oliveira, de 25 anos, se apresentou na delegacia de Jarinu (SP) nesta segunda-feira (15) e confesso...