Dudu Moita, após matar o fotografo Elton e passar quase um ano foragido se apresenta na delegacia de Pedreiras-MA


Anderson dos Reis Moita, de 39 anos de idade, mais conhecido pelo apelido de Dudu Moita, foi preso pela Polícia Civil da 14°DRPC; ele estava foragido desde novembro de 2017, acusado de ter matado com dois tiros o fotógrafo Elton. O crime aconteceu no povoado Barraquinha, zona rural de Lago dos Rodrigues. Dudu se apresentou no dia 24 ao judiciário da Comarca de Lago da Pedra. Segundo informações, por volta das 17h, o acusado deu entrada no Termo de Apresentação Espontânea, foi cumprido o mandato de prisão contra ele, em seguida, passou por exames de corpo de delito, prestou depoimento ao delegado regional e foi encaminhado para Penitenciária de Pedreiras, onde ficará à disposição da Justiça.

Entrevista

O delegado Regional de Pedreiras, Dr. Diego Maciel, em entrevista para a TV Rio Flores, canal 7 de Pedreiras, falou sobre a prisão de Dudu Moita e o que ele disse em depoimento.

Delegado Diego Maciel – Ontem, por volta das 5 horas da tarde, ele se apresentou na delegacia; no entanto, antes ele teria se dirigido até o Fórum da Comarca de Lago da Pedra e lá foi feito o Termo de Apresentação Espontânea e ele foi encaminhado para Delegacia Regional de Pedreiras; esse termo não elimina a força do Mandado de Prisão que já havia sido expedido contra ele. Foi dado cumprimento ao mandado de prisão, ele foi encaminhado para o hospital para fazer exame de Corpo de Delito e, logo em seguida, ele foi encaminhado para unidade prisional, aqui de Pedreiras.



Repórter Ricardo Farias - Quais acusações pesam sobre ele?

Delegado Diego Maciel – Bem, basicamente, ele está sendo preso por conta de um fato que ocorreu nas mediações do povoado Barraquinha, no mês de outubro do ano passado, onde ele entrou na casa da vítima e acabou por ceifar a vida dela, mediante disparos de arma de fogo.

Repórter Ricardo Farias – Doutor, desde a época do acontecimento desse crime, a polícia nunca parou de trabalhar na investigação, até chegar ao paradeiro do Dudu Moita?

Delegado Diego Maciel – Em nenhum momento a polícia civil encerra suas atividades. A gente tem que ressaltar que é mais um exemplo que demonstra claramente que o crime não compensa; o tempo pode passar, mas em algum momento o indivíduo que praticou fato típico vai ter que responder pelos seus atos; e a vez do Dudu Moita chegou. Ele foi recolhido para a unidade prisional e vai ter todo um processo e vai se desenrolar e ao final, ele pode ou não ser condenado.

Repórter Ricardo Farias – Ele é réu confesso?

Delegado Diego Maciel – Ele alegou apenas para mim, aqui de forma bem preliminar, que praticou a conduta, porque estava embriagado.

Assista no vídeo 


www.carlinhosfilho.com.br

Nenhum comentário

DESTAQUES

Veja vídeo: enfermeira atropela cães de forma cruel em São Luís.

Um caso ocorrido nesta terça-feira (14), tem dado grande repercussão na mídia maranhense e até nacional. trata-se de um atropelamento ...